Pomadas para Candidíase

Pomadas para Candidíase

Procurando por pomadas para candidíase? Vamos ver quais as pomadas mais utilizadas e como atuam.

Quais são as pomadas para candidíase

Para se tratar a candidíase pode-se usar medicamentos que precise ou não de prescrição médica. Normalmente a tratamento tem duração de cerca de uma semana, e podendo demorar um pouco mais se  a imunidade da pessoa estiver enfraquecida por causa de hábitos e de sua alimentação.

A utilização de pomadas para candidíase ajuda a combater e equilibrar estes microrganismos, voltando a harmonia entre fungos e bactérias locais.

Lembre-se, é necessário melhorar os hábitos e a alimentação senão a candidíase tende a se torna recorrente e os sintomas ficarem ainda mais graves.Conheça as pomadas para candidíase

Sempre é importante consultar um médico ginecologista para a orientação, principalmente antes de usar pomadas e outros remédios para a candidíase, que vai lhe orientar como e quando usá-los.

Saiba que além da utilização pomada existe também a possibilidade de tomar comprimidos para candidíase, estes podem ser em dose única ou em tratamentos que podem durar de 3 dias a 6 meses, dependendo do grau da infecção.

No caso da pomada pode ser usada em toda a região genital tanto internamente  quanto externamente.

E no caso do desaparecimento dos sintomas, é importante continuar o uso do medicamento pelo tempo determinado pelo médico.

Qual a melhor pomada para a candidíase?

Existem pomadas para curar a candidíase que são bem específicas e devem sempre serem usadas sob prescrição médica. A candidíase é um problema comum entre as mulheres, e que causa muito desconforto, ardência, dor, coceira, e corrimento esbranquiçado e pode ocorrer também nos homens, causando coceiras, vermelhidão, ardência em alguns casos.

Normalmente a pomada para candidíase é a que contenha miconazol,  Nistatina ou Candicort, estas substâncias antifúngicas aliviam muito a coceira na vagina e atuam combatendo o fungo da infecção local. Importante:  estas pomadas só devem ser utilizadas sob orientação do urologista ou ginecologista.

As pomadas antifúngicas são muito utilizadas para eliminar a candidíase localmente, sem afetar o local e trazer prejuízos a saúde,com isso traz de volta o equilíbrio dos micro-organismos que habitam a região.

Porém, saiba que essas pomadas  aliviam os sintomas da candidíase, porém não eliminam as chances de novos ataques pelo fungo da Cândida.

Uma outra possibilidade para o tratamento são os remédios para a candidíase, destacando o Fluconazol 150 mg ou Itraconazol 200 mg tomados  1 comprimido, em dose única por 3 dias.

Para prevenir novas crises e ocorrências é necessário mudar hábitos e alimentação, melhorando as noites de sono  e eliminar o estresse.

Outros exemplos de pomadas para candidíase são:

  • A Nistatina  que é considerada uma poderosa composição a base de nistatina que combate a bactérias, protozoários e fungos
  • Pomada Nizoral  a base de dióxido de silício e estearato de magnésio que juntas combatem a candidíase local.
  • A Clotrimazol 2% também combate, e normalmente deve ser aplicada por 3 dias consecutivos.
  • A pomada Candicort que contém como base o cetoconazol que é indicado para doenças causadas por leveduras e fungos.
  • A Nitrato de Miconazol 2% que com ajuda do aplicador que a acompanha que deve ser usada de 7 a 14 dias.
  • Assim, como a Terconazol 0, 8% que deve ser usada por 3 a 5 dias.
  • E a Clotrimazol 1% que pode ser aplicada por 7 a 14 dias

Novamente, lembre-se o prescrição e orientação de tempo de uso da pomada deve sempre ser orientado pelo médico, que verificará a gravidade do problema para cada mulher.

Um erro muito comum é a utilização da pomada Cetoconazol dentre outras, que mesmo sendo uma pomada para micoses de pele e das unhas, não é indicada para aplicação na região genital, então fique atenta. Este é um  alerta para quem tenta se medicar por contra própria.

A pomada para candidíase deve ser usada sempre com orientação do profissional, e deve ser utilizada em toda a região da vagina tanto no externamente  quanto internamente e sendo necessário a continuidade do tratamento usando a pomada, mesmo nos caso que os sintomas da candidíase desapareçam antes do prazo previsto.

Como usar as pomadas para candidíase

Para utilização correta da pomada para candidíase deve-se seguir alguns passos:

No caso da pomada que não possua aplicador que são indicadas para região externa e candidíase peniana, deve-se lavar e secar bem as mãos e a região genital,  sempre remover os  vestígios da última aplicação ou mesmo da pele que está soltando, em seguida aplique cerca de 0,5 cm de pomada na região externa, deixe agir por cerca de 4 a 6 horas e em seguida repita procedimento novamente.

Já as pomada que possuam aplicador  que são indicadas somente para candidíase feminina,  deve-se lavar e secar as mãos e a região, e retire os vestígios da pomada ou da pele que possa estar soltando,  acople o aplicador, empurrando o conteúdo da bisnaga para dentro do aplicador, em seguida,   após enche-lo, desacople o aplicador da bisnaga da pomada.

Deite-se e com as  pernas dobradas, introduza o aplicador cheio dentro da vagina e vá retirando-o enquanto a pomada vai sendo liberada dentro da vagina, em seguida lave o aplicador com água e sabão até ser retirado todo restante da pomada dentro do mesmo.

 

Como tratar com as pomadas para candidíase

Antes de fazer um tratamento sem receita médica é muito importante saber três coisas:

Identificar corretamente os sintomas e se você realmente tem candidíase Descobrir o tratamento mais correto para aliviar os sintomas do seu tipo de candidíase Descobrir, identificar e eliminar o que levou ao aparecimento da candidíase para evitar uma nova ocorrência.

Estes passos são importantes de seguir para garantir um diagnóstico e o tratamento certo. O terceiro passo é essencial para quem quer evitar a candidíase recorrente.

A candidíase não é uma doença contagiosa, por isso você não pega de ninguém. Os fungos já habitam no nosso organismo e, quando o sistema imune se encontra debilitado, os fungos multiplicam-se e causam a infecção. Outros fatores também podem contribuir para aumentar as chances de contrair a doença, como:

  • Tomar antibióticos ou medicamentos esteroides;
  • Ter AIDS ou uma infecção por HIV;
  • Tratamento com quimioterapia;
  • Fazer uma má higiene pessoal
  • Utilizar produtos demasiado agressivos a saúde.

Candidíase crônica – se o seu caso é de candidíase crônica, é importante você usar outro tipo de tratamento, pois somente a pomada não irá funcionar. Além disso deverá exercer uma dieta livre de carboidratos e açúcares e seguir categoricamente os prescritos médicos.

Qualquer mulher e também os homens em menor escala, estão vulneráveis a infecção por candidíase, pois esta é oportunista e ataca justamente quando o organismo está com baixa imunidade. Esses fungos se desenvolvem rapidamente na região genital por ser uma região quente e úmida.

Pomada para Candidíase Masculina

Algumas pomadas podem ser utilizadas para o tratamento da candidíase no homem e devem ser prescritas pelo médico como Itraconazol, Nistatina ou Cetoconazol.

Além dessas pomada para candidíase peniana, é necessário alguns cuidados diários como:

  • manter a região íntima sempre seca
  • evitar ter relações sexuais durante o tratamento da candidíase
  • Evitar o consumo de álcool
  • adotar uma alimentação com pouca quantidade de carboidratos, como arroz, batata e pão e em açúcar

A mudança de hábitos é crucial para o sucesso no tratamento. Não adianta tratar com a pomada para a candidíase masculina se não os segui-los, pois possivelmente terá novas crises posteriormente além disso lhe ajudará a se recuperar mais rápido.

Porém saiba que as Pomadas e os Remédios para candidíase Não Fazem Milagres…

Cerca de 75% das mulheres vão ter um episódio de candidíase durante as suas vidas.

Uma infecção de candidíase é um sinal de um sistema imunológico enfraquecido e hormônios desregulados. Se não é a primeira vez que você tem candidíase, então deve começar a pensar nas causas da doença.

Para evitar o aparecimento da doença basta fazer algumas modificações na alimentação, sono e nos níveis de estresse.

Você quer melhorar a sua vida? Então veja a minha dieta especifica para evitar futuras ocorrências da candidíase, aumente os seus níveis de energia e atingir o seu peso ideal.